O fantasma nosso de cada dia

O fantasma nosso de cada dia

 

 

Medo de altura, medo do escuro, medo do elevador, medo das tesouras, medo do trovão, do avião…

Medos são fantasmas que nos assombram silenciosamente e sem sentido.

Nascemos com poucos medos…2 medos…nem sei se são medos…penso em sustos: do barulho forte e da queda.

Os outros? Aprendemos com quem nos cuidou, com quem nos protegia, acolhia, alimentava e ensinava.

Então é mais exato pensar quais eram os medos desses cuidadores importantes…o que os assombravam? Quereriam eles nos proteger dos medos deles?

Atenção: porque medos são fantasmas que podem te convencer de quase tudo.

Pense! Com certeza vai descobrir que os medos que sente não são teus, foram emprestados.

Assim, dá para devolver.

Fazer a relação dos medos que roubam descobertas e descobrir seus CPFs de origem pode ser libertador. Eu fiz e sugiro.

E assim não ter mais medo de sentir medo, não se deixar paralisar, não precisar estratégias para disfarçar.

E…nem ter medo de não sentir medo….