Coringa: uma carta que muda de...

Coringa: uma carta que muda de valor

Coringa, curinga, joker, melé são a mesma figura; a carta que muda de função de acordo cm a necessidade do jogo. Mas na verdade, ela não é nada, ela tem o valor que querem que ela tenha.

Hesitei um pouco em escrever sobre essa figura; o filme está causando fortes impressões e vários tipos de reações e opiniões…até discussões políticas…

Tem aqueles que não querem nem ver…por medo ou falta de interesse….ou, os que acreditam em quase uma obrigação de assistir….????? ou aqueles que nem prestaram atenção ao que está acontecendo….

Por que será?

Porque de louco e palhaço todos temos um pouco.

O mundo às vezes, ou sempre, parece aquele ditado: se cobrir é um circo, se murar é um hospício.

Por vício de profissão, meu olhar é sempre para o sofrimento mental; não como uma desculpa para crimes, mas como a ausência de responsabilização familiar e social.

Somos ignorantes sobre a mente, a nossa e a dos outros.

Somos ignorantes sobre os limites das pessoas e sobre os nossos.

Não temos tempo de ouvir e ser ouvidos REALMENTE.

Sentir-se um curinga na vida, na família, no trabalho pode ser útil, mas também muito triste porque obriga usar sempre a mesma máscara do sorriso falso.

Sentir-se isolado, excluído, pressionado, . e humilhado é perigoso: pode levar ao suicídio ou à violência….. para ter um lugar na história.

Fazer alguém se sentir assim, ou deixa-lo se sentir assim é muito pior.

Se você conhece alguém nessa situação de vulnerabilidade sugira que procure ajuda já. Ou converse com a família.