Confesse tua história

Confesse tua história

 

 

 

Biografias explicam as obras de pessoas que admiramos (ou nem tanto) e são boas leituras antes de adormecer.

Por outro lado….

Recontar nossa história… confessar tua biografia, possivelmente poderá trazer explicações para as inquietações que afligem e ameaçam.

Muitas aflições acontecem quando nos afastamos da nossa capacidade de superar desafios.

Olhe para tua história, reconte os encontros e desencontros, reconheça tua capacidade valente de atravessar chuvas e tempestades.

Narrar as biografias nem que seja para o travesseiro devolve a capacidade de se manter de pé, finca raízes e valoriza o esforço dos começos e recomeços.

Toda história vale-a-pena ser contada.

Contardo Caligaris, psicanalista falecido recentemente, dizia que recontar a sua biografia para si mesmo é um truque para escapar de um episódio de síndrome do pânico….depois de saborear um bom chocolate.

Pode ser que não seja pânico, mas que seja um medinho, uma culpa, uma angustia….reconte tua história, retome a valentia e siga em frente para novos capítulos.